quinta-feira, 31 de março de 2011

Pequenos lembretes

"Livros são os mais silenciosos e constantes amigos;
os mais acessíveis e sábios conselheiros;
e os mais pacientes professores."
(Charles W. Elliot)

O livro que eu estou lendo

O Último Refúgio


Autor: Barbara Delinsky
Editora: Harlequin Books
Gênero: Romance
Páginas: 288


Algumas vezes o amor nos encontra, mesmo nos mais remotos esconderijos Garrick Rodenheiser teve de recomeçar sua vida do zero quando arruinou a carreira como ator de televisão. Após quatro anos de total reclusão em uma cabana, ele não conseguiu se livrar do passado, mas encontrou uma nova maneira de viver em paz. Até que em uma noite de muita chuva, os problemas voltam na forma de uma mulher ensopada da cabeça aos pés, ferida e necessitando de abrigo. Embora ela não fosse uma repórter, a palavra confiança não fazia parte do dicionário de Garrick.
Leah Gates, uma criadora de palavras cruzadas, tem alguns vocábulos que definem seu relutante salvador: rabugento, teimoso...irresistível. Ela não sabe se foi a proximidade forçada entre os dois, as solidão ou apenas a mão do destino que os uniu de forma tão mágica. Leah sabe que se apaixonar é a parte fácil. Mas ter confiança é um desafio muito diferente.

Historinha...

As Frutas Mágicas
 
                                (Parte 3)
 
 
 
Num instante, os doces e os chocolates fugiram apavorados, enquanto as verduras os ameaçavam com lanças douradas. Algumas frutas suculentas já começavam a cortar as cordas com que Bibo fora amarrado.
- Não sei como agradecer! - disse o Bibo, já em liberdade.
- Toma mais cuidado, Bibo. Quem só come doces, ficas escravo deles, gordo e doente. É preciso comer um pouquinho de tudo, principalmente frutas e verduras! - disse um moranguinho.
Naquela noite, à hora do jantar, a mãe de Bibo não conseguiu acreditar no que viu. Um prato de verduras fora devorado em poucos instantes e as frutinhas desapareciam de frente de Bibo, que as comia vorazmente.
- Frutas e verduras podem salvar a nossa vida! - disse Bibo à mãe, que continuou sem perceber nada.”

(História - Retirada da revista Terra do Nunca do Jornal de Notícias)
 
 
                                          640_fraise_joyeuse.gif (4667 bytes)
 
 
 
 
Nunca esqueças o conselho do nosso amigo moranguinho!!! 
                                  

Dia da Saúde e Nutrição

Dia da Saúde e Nutrição

    No dia 31 de março, celebra-se o Dia da Saúde e Nutrição. É uma data oportuna para pensarmos na nossa própria saúde, alimentação e hábitos.Muitas doenças são fáceis de tratar se diagnosticadas rapidamente (como a maioria dos tipos de câncer de pele, infecções e viroses) por isso é importante fazer exames de rotina periodicamente.
   Sabemos que o estresse diário, combinado ao sedentarismo e a uma alimentação pobre em nutrientes e rica em gorduras pode contribuir para que o organismo adoeça. Assim como que o contrário, ou seja, a prática de esportes, atividades relaxantes e refeições balanceadas e bem-distribuídas podem prevenir enfermidades. É o que comprovam os estudos do Diabetes Prevention Program e da DASH Diet.
  Quem é saudável, não só vive mais, como vive melhor, tem mais ânimo e gosto em viver. Pensando nisso, a Philips criou o Programa Qualidade de Vida, que busca estimular seus colaboradores a adotarem hábitos saudáveis e se conscientizarem sobre a importância da prevenção. É um projeto de responsabilidade individual , que reafirma a consciência Philips sobre o valor do capital humano e da integração empresa-colaborador.
  O programa abrange tratamentos para tabagismo, dependência química e prevenção; práticas de condicionamento físico; atividades anti-estresse e até mesmo massagem oriental. Além disso, os funcionários participam ativamente fornecendo receitas saudáveis ilustradas por seus filhos que são reunidas no Livro de Receitas Saudáveis da Família, distribuído em todas as unidades Philips.
voltar
  voltar

quarta-feira, 30 de março de 2011

Dia Mundial da Juventude 30 de março de 2011


História da Biblioteca Erilda Célia Pereira, nossa querida Biblioteca da Escola Amâncio Bernardes

       A primeira biblioteca de  Santo Antônio do Monte foi criada na Escola Municipal Amâncio Bernardes.

       Em fevereiro de 1964, as duas bibliotecas existentes na escola - Biblioteca Pedagógica " Dr. Francisco Campos", fundada em abril de 1929, e a Biblioteca Infantil "Erilda Célia Pereira", fundada em março de 1932 - foram reunidas em uma só e instalada em sala própria, com mobiliário adequado, com o nome de "Erilda Celia Pereira".
      A professora Erilda Célia Pereira a filha de Dr. Argemiro Itajubá lecionou na Escola Municipal Amâncio Bernardes.
      
     Assim que tiver mais novidades estarei postando aqui!!!
       
    Leia mais, aprimore seu conhecimento e esteja sempre disposto a abrir as janelas do mundo para o conhecimento...
                                       Elaine Sousa

segunda-feira, 28 de março de 2011

Resumo das histórias lidas na Biblioteca



Trailer do Filme Enrolados em Cartaz no Cinema de Santo de Santo Antônio do Monte


27 de março - dia do Circo

27 de Março

Dia do Circo
  Comemora-se o Dia do Circo em 27 de março, numa homenagem ao palhaço brasileiro Piolin, que nasceu nessa data, no ano de 1897, na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo.
  Considerado por todos que o assistiram como um grande palhaço, se destacava pela enorme criatividade cômica e pela habilidade como ginasta e equilibrista. Seus contemporâneos diziam que ele era o pai de todos os que, de cara pintada e colarinho alto, sabiam fazer o povo rir.

Como surgiu o circo

  É praticamente impossível determinar uma data específica de quando ou como as práticas circenses começaram. Mas pode-se apostar que elas se iniciaram na China, onde foram encontradas pinturas de 5 000 anos, com figuras de acrobatas, contorcionistas e equilibristas. Esses movimentos faziam parte dos exercícios de treinamento dos guerreiros e, aos poucos, a esses movimentos foram acrescentadas a graça e a harmonia.
  Conta-se ainda que no ano 108 a.C aconteceu uma enorme celebração para dar as boas-vindas a estrangeiros recém-chegados em terras chinesas. Na festa, houve demonstrações geniais de acrobacias. A partir de então, o imperador ordenou que sempre se realizassem eventos dessa ordem. Uma vez ao ano, pelo menos.
  Também no Egito, há registros de pinturas de malabaristas. Na Índia, o contorcionismo e o salto são parte integrante dos espetáculos sagrados. Na Grécia, a contorção era uma modalidade olímpica, enquanto os sátiros já faziam o povo rir, numa espécie de precursão aos palhaços.

No palco da história

  Por volta do ano 70 a.C, surgiu o Circo Máximo de Roma, que um incêndio destruiu totalmente, causando grande comoção. Tempos depois, no ano 40 a.C, construíram no mesmo lugar o Coliseu, com capacidade para 87 mil pessoas. No local, havia apresentações de engolidores de fogo, gladiadores e espécies exóticas de animais.
  Com a perseguição aos seguidores de Cristo, entre os anos 54 e 68 d.C, esses lugares passaram a ser usados para demonstrações de força: os cristãos eram lançados aos leões, para serem devorados diante do público.
  Os artistas procuraram, então, as praças, feiras ou entradas de igrejas para apresentarem às pessoas seus malabarismos e mágicas.
  Ainda na Europa do século XVIII, grupos de saltimbancos se exibiam na França, Espanha, Inglaterra, mostrando suas habilidades em simulações de combates e na equitação.

O circo moderno

  A estrutura do circo como o conhecemos hoje teve sua origem em Londres, na Inglaterra. Trata-se do Astley's Amphitheatre, inaugurado em 1770, pelo oficial inglês da Cavalaria Britânica, Philip Astley.
  O anfiteatro tinha um picadeiro com uma arquibancada próxima e sua atração principal era um espetáculo com cavalos. O oficial percebeu, no entanto, que só aquela atração de cunho militar não segurava o público e passou a incrementá-la com saltimbancos, equilibristas e palhaços.
  O palhaço do lugar era um soldado, que entrava montado ao contrário e fazia mil peripécias. O sucesso foi tanto, que adaptaram novas situações.
  Era o próprio oficial Astley quem apresentava o show, vindo daí a figura do mestre de cerimônias

Quando o circo chegou ao Brasil

  No Brasil, a história do circo está muito ligada à trajetória dos ciganos em nossa terra, uma vez que, na     Europa do século dezoito, eles eram perseguidos. Aqui, andando de cidade em cidade e mais à vontade em suas tendas, aproveitavam as festas religiosas para exibirem sua destreza com os cavalos e seu talento ilusionista.
  Procuravam adaptar suas apresentações ao gosto do público de cada localidade e o que não agradava era imediatamente tirado do programa.
  Mas o circo com suas características itinerantes aparece no Brasil no final do século XIX. Instalando-se nas periferias das cidades, visava às classes populares e tinha no palhaço o seu principal personagem. Do sucesso dessa figura dependia, geralmente, o sucesso do circo.
  O palhaço brasileiro, por sua vez, adquiriu características próprias. Ao contrário do europeu, que se comunicava mais pela mímica, o brasileiro era falante, malandro, conquistador e possuía dons musicais: cantava ou tocava instrumentos.

Circo contemporâneo

  Circo contemporâneo é o que se aprende na escola. Fenômeno conseqüente das mudanças de valores na sociedade e suas novas necessidades. Grande parte dos profissionais do circo mandaram seus filhos para a universidade, fazendo com que as novas gerações da lona trabalhem mais na administração.
  Em fins dos anos 70, começam a aparecer as primeiras escolas de circo, no mundo inteiro. Na França, a primeira a surgir foi a Escola Nacional de Circo Annie Fratellini, em 1979, com o apoio do governo francês.
  No Canadá, artistas performáticos têm aulas com ginastas e, em 1981, é criada uma escola de circo para atender à necessidade desses novos acrobatas.
  Interessante lembrarmos, no entanto, que essa importância que o circo assume no mundo capitalista já era cultivada na ex-URSS, desde a década de 20. Data de 1921 a criação de uma escola de circo na União Soviética, que coloca o circo no patamar de arte, com inovação dos temas e das formas de apresentação.

Escolas e grupos brasileiros

  No Brasil, a primeira escola de circo foi criada em São Paulo, em 1977, com o nome de Piolin (que é também o nome de um grande palhaço brasileiro). Funcionava no estádio do Pacaembu.
  No Rio de Janeiro, surge em 1982 a Escola Nacional de Circo, abrindo oportunidades para jovens de todas as classes e vindos de diferentes regiões do país. Eles aprendem as novas técnicas circenses e, uma vez formados, montam seus próprios grupos ou vão trabalhar no exterior.
  São muitos os grupos espalhados pelo Brasil afora. Citamos a Intrépida Trupe, os Acrobáticos Fratelli e a Nau de Ícaros.

Nossos palhaços

   Carequinha, "o palhaço mais conhecido do Brasil" - ele mesmo se intitula assim - diz que os melhores palhaços que ele conheceu na vida foram Piolin, Arrelia e Chicarrão. Essa notoriedade de George Savalla Gomes, seu verdadeiro nome, se deve muito à TV. Comandou programas de televisão, gravou vários discos, e soube tirar dessa mídia o melhor proveito. A TV, para ele, não acabou nem vai acabar nunca com o circo.    Segundo Carequinha, o circo é imortal.
   "Sou contra circo que tem animais. Não gosto. O circo comum, sem animais, agrada muito mais."

   Carequinha

   Denominado o "Rei dos Palhaços", o senhor Abelardo Pinto morreu em 1973 e era conhecido no meio circense e no Brasil como o palhaço Piolin (era magro feito um barbante e daí a origem do apelido). Como Carequinha, Piolin trabalhou em circo desde sempre. Admirado pela intelectualidade brasileira, participou ativamente de vários movimentos artísticos, entre eles, a Semana de Arte Moderna de 1922.
   "O circo não tem futuro, mas nós, ligados a ele, temos que batalhar para essa instituição não perecer"
   Frase dita por Piolin, pouco antes de morrer 

   Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas
Dia do Circo

27 de Março

Dia do Circo
  Alguns estudiosos afirmam que o circo surgiu na Antiguidade, na Grécia ou no Egito; alguns apontam a origem do circo na China, mais de 5000 anos atrás. Há inúmeras versões sobre a origem do circo, dissonantes ou não, elas concordam em um sentido: o propósito de entreter e até enganar seus espectadores, o que ocorreu em muitos casos.
   A versão do circo como conhecemos - com picadeiro, lona, números com animais - é recente e foi criada pelo suboficial inglês Philip Astley, por volta de 1770, que montou um espetáculo eqüestre que contava com saltadores e palhaços.
   Não entraremos no mérito da origem do Circo, procuraremos, portanto, apresentar alguns exemplos que mais se prolongaram como espetáculos circenses ao longo da história da humanidade.
   O Coliseu de Roma, um anfiteatro reconstruído pelo imperador romano Júlio César, por volta dos anos 40 a.C., onde cabiam 87 mil espectadores, atraídos pelas mais variadas atrações, tais como: homens louros das regiões nórdicas, animais exóticos, engolidores de fogo, e posteriormente gladiadores que lutavam até a morte - a atração mais esperada pelo público do Coliseu.
   A luta entre os gladiadores no Coliseu começou com o reinado de Nero (ano 54 a 68 da era cristã), era a instituição no Império Romano do chamado "panis et circense" (pão e circo), que tinha por objetivo dar ao povo comida e diversão, para que estes não clamassem por mudanças ou melhorias que poderiam abalar as bases do Império Romano.
   As touradas na Espanha, uma prática que teve origem em Creta, onde o objetivo era domar e matar touros enfurecidos pelos gritos e pelos golpes de espadas aplicados pelos toureiros.
   A arte acrobática na China, utilizada em um torneio chamado "A batalha contra Chi-hu" (Chi-hu equivalente a chefe de tribo), que consistia em um exercício de batalha, com participantes portando chifres nas cabeças, lançando-se uns contra os outros em grupo de dois ou três. Conhecido como o "jogo das cabeçadas" na era do imperador Wu, da dinastia Han (220-206 a. C.), transformou-se e passou a chamar-se Pai-Hsi (os cem espetáculos). A encenação evoluiu e tomou a forma de espetáculos anuais, conhecidos como o Festival da   Primeira Lua. Que ganhou novos números com o passar do tempo.
   No Brasil, "o maior espetáculo da Terra" tem origens tão diversas, quanto dissonantes; consenso mesmo só existe no fato de se admitir que houve uma chamada "Idade do Ouro", que segundo Omar Eliott, diretora da Escola Nacional de Circo no Rio de Janeiro durante o século XIX, os grandes circos estrangeiros vinham para cá aproveitando momentos econômicos favoráveis, como o ciclo da cana-de-açúcar, o "boom" da borracha e a ascensão do café, tomados como exemplos.
   Os circos chegaram a ter entre seus espectadores, gente da nobreza e até mesmo imperadores.
Acredita-se que, com as constantes perseguições aos ciganos na Península Ibérica, muitos tenham chegado ao Brasil e entre suas atividades incluíam-se o adestramento de animais selvagens, o ilusionismo e as exibições com cavalos, conforme relata a pesquisadora Alice Viveiros de Castro, que afirma "sempre houve ligação dos ciganos com o circo".
   Atualmente, a grande maioria dos circos não usa mais animais em seus espetáculos, passou a contar com números mais ousados, primando pela encenação e pela profissionalização de seus componentes, com objetivo de competir com cinemas, teatros e outras formas de entretenimento.

Fonte: www.brasilcultura.com.br

No Cinema de Santo Antônio do Monte, "Enrolados"

Nosso cinema recebeu na sexta-feira, dia 25 de março, o filme “Enrolados”  que é a mais nova releitura de Rapunzel produzida pelo Studio Disney. Se tiverem a oportunidade assitam!!!

quarta-feira, 23 de março de 2011

Professores, postem suas idéias aqui

Coloquem seus contos, experiências, atividades interessantes que queiram partilhar...
Aguardo vocês! Abraços, Elaine

O dia Mundial da Meteorologia

Dia Mundial do Meteorologista
A data de 23 de março foi escolhida como o Dia Mundial do Meteorologista por ser a data de fundação da Organização Mundial de Meteorologia (WMO) da ONU, em 23 de março de 1950. A Organização, que tem sede em Genebra, na Suíça, trabalha como facilitadora mundial, estabelecendo por exemplo as bases das contribuições da Meteorologia para a conservação dos recursos hídricos do planeta, para a identificação das causas e para o combate à desertificação, nas causas das mudanças climáticas, no manejo das reservas hídricas das megacidades e regiões agrícolas, alguns dos principais problemas que estão afetando a vida do planeta.
O tema escolhido pela WMO em 2003 para comemorar a data foi "Nosso clima futuro" (Our future climate).

O que é Meteorologia?

Em todas as atividades que fazem parte do nosso cotidiano existe a influência das condições do tempo. É só pensar nas nossas viagens (terrestres, aéreas e marítimas), no plantio e na colheita, em todas as nossas atividades ao ar livre. Nesses momentos, a gente nem lembra que existe um monte de técnicos altamente especializados, observadores e cientistas que, apoiados pela moderna tecnologia, trabalham dia e noite para pesquisar e prever as condições do tempo que vamos enfrentar. E que este serviço muitas vezes tem salvado vidas, quando prevê por exemplo as nevascas e os tornados.
A meteorologia é o estudo científico da atmosfera em escala global, dentro de regiões e em localidades específicas, e a formulação de conclusões que permitem o conhecimento sobre os fenômenos atmosféricos e as previsões sobre o tempo.

Como e o que estudam os meteoerologisas

Existe o curso técnico, em nível de 2ºgrau, que forma esse profissional. O Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, no Rio de Janeiro, tem o curso técnico público e pioneiro desse tipo no Brasil
O curso técnico ensina todas as matérias de um curso superior e difere deste apenas no grau de aprofundamento.
O bacharelado em Meteorologia tem quatro anos de duração e é oferecido pelo Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, pela Universidade Federal do Pará, pela Universidade Federal da Paraíba, pela Universidade Federal de Alagoas e Universidade Federal de Pelotas (RS).
Nos dois primeiros anos se estudam as disciplinas (Física, Cálculo e Computação). Depois, entram as matérias específicas de Meteorologia. A profissão é regulamentada pela Lei Federal nº 6835/80. Os profissionais de nível médio e superior são filiados ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.
Um curso de extensão universitária é dado pelo Laboratório de Meteorologia da Universidade Federal do Vale do Paraíba, UNIVAP, em São José dos Campos, São Paulo.

O que faz um profissional de meteorologia

Executa previsões meteorológicas, dirige e orienta projetos científicos, pesquisa e avalia recursos naturais da atmosfera; dirige órgãos e serviços públicos e privados de meteorologia; pesquisa, planeja e dirige a aplicação da Meteorologia nos diversos campos da sua utilização; julga e decide sobre tarefas científicas e operacionais de Meteorologia.
É uma recente área interdisciplinar com oportunidades para profissionais e pesquisadores. No Brasil é uma atividade em desenvolvimento e oferece possibilidades de emprego em instituições privadas e governamentais.

A meteorologia tem história

O termo surgiu quando o filósofo grego Aristóteles, em torno de 340 a.C., à sua maneira filosófica e especulativa, escreveu um livro sobre filosofia natural denominado Meteorológica, falando sobre o tempo, o clima, sobre astronomia, geografia e química. Falava de nuvens, chuva, neve, vento, granizo, trovões e furacões. Naqueles dias, tudo o que caia do céu e qualquer coisa vista no ar era chamada de meteoro, daí o nome meteorologia.
As idéias de Aristóteles se mantiveram aceitas por quase dois mil anos. De fato, o nascimento da meteorologia como uma ciência natural genuína não aconteceu até a invenção dos instrumentos meteorológicos (os termômetros, no fim do século XIV, o barômetro, para medir pressão atmosférica, em 1643, e o higrômetro, para medidas de umidade, no final do século XVIII).
A invenção do telégrafo, em 1843, permitiu a transmissão das observações rotineiras do tempo.
Depois, cartas sinóticas simples ("cartas de tempo") foram traçadas.
Em torno de 1920, os conceitos de massa de ar e frentes foram formulados na Noruega.
Na década de 40, as observações diárias de temperatura, umidade e pressão, feitas com radiossondas (balões de ar superior), deram uma visão tridimensional da atmosfera.
Com os computadores, na década de 50, a Meteorologia deu outro salto, e passou a resolver equações que descrevem o comportamento da atmosfera. Em 1960, o Tiros I, o primeiro satélite meteorológico lançado, colocou a Meteorologia na era espacial.
Os satélites estão capacitados a suprir os computadores com uma série de dados sobre todo o globo com previsões cada vez mais confiáveis
Fonte: www.ibge.gov.br
Dia Mundial do Meteorologista

23 de Março

Meteorologista
A chuva, as nuvens, o vento, as condições da atmosfera em geral e suas mudanças cotidianas são conhecidas globalmente como tempo atmosférico. Os fenômenos meteorológicos, causados por fatores internos ao sistema terrestre e fatores astronômicos externos, determinam as variações no tempo e no clima. A meteorologia é, portanto, a ciência que registra essas variações e procura prever o tempo.
Atualmente, a meteorologia ocupa um lugar de destaque nas atividades humanas. A capacidade de prever os fenômenos meteorológicos intensos - tais como terremotos, furacões, erupções vulcânicas, chuvas intensas, períodos de secas e de temperaturas extremas - determina o sucesso ou o fracasso de muitas das ações humanas.
A investigação de todos esses fenômenos atmosféricos é feita pelos observatórios meteorológicos, que são instalados em locais isolados, longe de edifícios e de árvores que possam influir na exatidão das medições. As observações devem ser precisas, e a utilização de unidades - padrão é necessária para que sejam comparadas com as medições feitas em outros lugares. Quase todas as observações são realizadas na superfície do solo, mas podem ser montados instrumentos de observações em balões, que se elevam na atmosfera e transmitem as leituras da Terra pelas ondas de rádio.
Os observatórios meteorológicos terrestres, instalados em barcos ou aviões, coletam várias vezes ao dia, milhões de dados sobre o tempo, os quais são introduzidos em uma rede de comunicações gigantesca chamada Sistema Planetário de Telecomunicações. A informação é enviada ao mundo todo por satélite, rádio e cabo.
Dessa maneira, os meteorologistas obtêm desse sistema os dados necessários para realizar as previsões locais. A informação é fornecida primeiro em um gráfico numérico, que mostra a situação global do tempo. As previsões são realizadas quando os meteorolistas utilizam seus conhecimentos sobre o comportamento da atmosfera, com a ajuda de computadores que demonstram o que ocorreu na última vez que se anunciaram condições semelhantes.
Os institutos de meteorologia têm uma grande e longa tradição para salvaguardar as populações. Mais recentemente, em conseqüência das recomendações da Agenda 21 da Conferência Mundial das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Eco-92, novos desafios foram suscitados num adequado apoio às atividades socioeconômicas mundiais. A missão dos institutos de meteorologia é servir aos interesses dos cidadãos mediante o fornecimento de avisos e informações para salvaguardar vidas e bens, reduzir os impactos dos desastres naturais, proteger a qualidade do meio ambiente e atuar junto à defesa nacional dos países.
Fonte: www.paulinas.org.br

Link para jogos http://clickjogos.uol.com.br/

http://clickjogos.uol.com.br/
A pedido de algumas crianças de nossa escola, aqui está o link direto para jogos de meninos e meninas. Abraços...^^

Dia Mundial da Meteorologia

Tempo para Santo Antônio do Monte - MG

22°Cquaquisexsáb
Possibilidade de chuvaPossibilidade de chuvaChuvaChuva
Atual: Nublado
Vento: SE a 3 km/h
Umidade: 76%27°C | 17°C27°C | 17°C27°C | 15°C28°C | 18°C

terça-feira, 22 de março de 2011

Dia Mundial da Água

História do Dia Mundial da Água

         O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.
        Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo). E como sabemos, grande parte das fontes desta água (rios, lagos e represas) esta sendo contaminada, poluída e degradada pela ação predatória do homem. Esta situação é preocupante, pois poderá faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial. Pensando nisso, foi instituído o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.
         No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” (leia abaixo). Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

         Mas como devemos comemorar esta importante data? Não só neste dia, mas também nos outros 364 dias do ano, precisamos tomar atitudes em nosso dia-a-dia que colaborem para a preservação e economia deste bem natural. Sugestões não faltam: não jogar lixo nos
rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais e divulgar idéias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas.

Declaração Universal dos Direitos da Água
Art. 1º - A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

Art. 2º - A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem. 


Art. 3º - Os recursos naturais de transformação da água em
água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

Art. 4º - O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam. 


Art. 5º - A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras. 


Art. 6º - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo. 


Art. 7º - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis. 


Art. 8º - A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado. 


Art. 9º - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social. 


Art. 10º - O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra. 

A importância da água

       A água é um recurso essencial para a vida. Por isso é necessário preserva-lá. Eis a questão.
       A vida só se tornou perceptível apos o aparecimento da água. Para termos uma noção em relação a importância deste recurso basta parar e pensar. Por exemplo, nosso corpo é constituído de 75% de água. O que á torna indispensável para vida celular. E não só para o homem, mas, para outros seres que fazem parte do nosso planeta.
       Entretanto 97% da água está destinada aos oceanos e apenas 1 %, rios, lagos e etc.. O que ocasiona grande parte dos problemas pois necessitamos de água doce e no entanto possuímos em maior quantidade água salgada. Este é o ponto onde se encaixa a questão da preservação.
       O desperdício de água cresce a cada dia, o que poderá provocar futuramente um déficit em sua quantidade. Acarretando uma serie de problemas. Onde estes irão afetar não só aos homens, mas principalmente ao meio ambiente.
Sendo assim, economizar água torna-se um fator benéfico e essencial á vida. O que nos torna responsável pelo controle do espaço aquático.Pois sua falta em alguns casos pode provocar patogenos que levam até a morte.
       Dado o exposto pode-se dizer que, a melhor solução para a manutenção de nossa existência é a pratica da preservação dos recursos hídricos. Desta maneira cabe as entidades governamentais a criação de campanhas de conscientização. Mas faça a sua parte que futuramente o planeta terra agradecerá.

Ana Carolina Oliveira da costaPublicado no Recanto das Letras em 27/01/2006

Água - O Desafio do Século 21


segunda-feira, 21 de março de 2011

Um teatro para divertir, prestem bem atenção

O TESOURO DO PIRATA
JULIO:
Ola, amigão. O que esta fazendo ai neste baú?
WELINGTON:
Estou procurando alguns brinquedos antigos de meu pai
JULIO:
Imaginem que tipo de brinquedos deve ser estes do tempo do seu pai quando era criança.
WELINGTON:
Olha lá como fala de meu pai, ele não é tão velho assim.
JULIO:
Estou brincando. Quer que eu ajude você procurar?
WELINGTON:
Claro que sim, procure ai neste outro baú.
CARLA:
O que estão fazendo ai mexendo nestes baús velhos?
WELINGTON:
Sua xereta não está vendo que estamos procurando brinquedos.
CARLA:
Estão querendo brincar de boneca não é?
JULIO:
Para com isto ou vai para outro lugar.
CARLA:
Desculpem só estava brincando.
JULIO:
Hei pessoal! Que coisa esquisita é esta?
CARLA:
Vejam parece um mapa.
WELINGTON:
É claro que é um mapa sua boba.
JULIO:
Vejam este mapa, tem um desenho de um navio pirata.
CARLA:
Olhem! Uma bandeira com uma caveira.
WELINGTON:
Vejam aqui! Uma rocha com uma gruta na beira de uma ilha no mar.
JULIO:
Pessoal, parece um mapa de um tesouro escondido.
WELINGTON:
É mesmo! Tem um nome aqui no rodapé do mapa.
CARLA:
É verdade, o nome é Welington  Campaneiro
WELINGTON:
Este é o nome do meu tataravô.
JULIO:
Meu pai conta que seu tataravô, foi o pirata mais terrível que já trafegou por estes mares
WELINGTON:
É verdade, meu pai conta que ele tinha muito ouro, prata e diamante e quando morreu em combate com os marinheiros tudo tinha desaparecido.
CARLA:
Parece que nessa caverna é o lugar que ele escondeu o tesouro.
WELINGTON:
Eu conheço esse lugar pessoa, já fui vária vezes lá pescar com meu pai.
JULIO:
Eu também sei onde é.
CARLA:
O que estamos esperando? Vamos pegar o barco de meu pai e ir até lá procurar esse tesouro.
WELINGTON:
Então vamos pessoal.
JULIO:
Vou preparar as lanternas.
CARLA:
Para que lanterna se não está escuro?
WELINGTON:
Sua boba, cavernas são escuras.
JULIO:
Olhe pessoal, de acordo com o mapa estamos bem perto da caverna.
CARLA:
Vejam a caverna!
WELINGTON:
Vamos ancorar o barco aqui e continuaremos andando.
JULIO:
Olhem aqui está um ponto marcado no mapa.
WELINGTON:
Pessoal! Ali em cima!
JULIO:
O tesouro!
CARLA:
Meu Deus! Parece a claridade do sol!
JULIO:
É mesmo! Que esplendor! Estamos milionários.
FANTASMA:
Quem está perturbando o meu repouso?
WELINGTON:
Socorrooooooooooo!!!!!!!!!!!!      
FANTASMA:
Não tenha medo meu tataraneto.
WELINGTON:
Como não teremos medo com esta aparição horrível.
FANTASMA:
Não sou tão horrível assim.
JULIO:
Por favor, não nos machuquem?
FANTASMA:
Seu fedelho medroso. Com atreve-se desafiar o mais terrível pirata destes mares?
WELINGTON:
Se o senhor é mesmo meu tataravô de nos o tesouro e iremos embora.
FANTASMA:
Vejo que você tem sangue de pirata e é mesmo corajoso. Darei o tesouro com uma condição.
WELINGTON:
Qual a condição?
FANTASMA:
Peguem a minha espada que está entre o tesouro e lancem no mar para que eu tenha paz e depois podem levar o tesouro.
WELINGTON:
Já vamos fazer isso.
FANTASMA:
Vou ficar aqui esperando ao lado do tesouro.
JULIO:
Vejam, quando você lançou a espada no mar ele desapareceu.
WELINGTON:
Peguem o tesouro e vamos para casa.

CARLA:
O que vamos fazer com todo este tesouro?
WELINGTON:
Primeiro, vamos comprar uma bela casa para sairmos daquela choupana e depois vamos comer muitos doces de brincar.
Autor: João do Rozario Lima





Dia Universal do Teatro, 21 de março de 2011.

Hoje é o Dia Universal do Teatro



Teatro no Brasil.



O teatro no Brasil tem suas origens remotas nas práticas de evangelização dos jesuítas no século XVI, mas só entra em pleno desenvolvimento nos séculos XIX e XX.



Origens.



O teatro em terras brasileiras nasce em meados do século XVI como instrumento de catequese dos Jesuítas vindos de Coimbra como missionários. Era um teatro, portanto, com função religiosa e objetivos claros: evangelizar os índios e apaziguar os conflitos existentes entre eles e os colonos portugueses e espanhóis.


O primeiro grupo de Jesuítas a desembarcar na Bahia de Todos os Santos, em 1549, era composto por quatro religiosos da comitiva de Tomé de Sousa, entre os quais o padre Manuel da Nóbrega. O segundo grupo de missionários chegou à então Província do Brasil no dia 13 de julho de 1553, como parte da comitiva de Duarte da Costa. No grupo de quatro religiosos estava o jovem José de Anchieta (1534-1597), então com dezenove anos de idade.


A população estimada de 57 mil habitantes era composta por colonos, muitos deles criminosos, e índios em sua maioria de vida nômade. Os jesuítas mantinham os indígenas em pequenas aldeias, isolados de dois terríveis perigos: a vida desregrada e a escravidão impostas pelo homem branco explorador e o conseqüente retorno ao paganismo.


A tradição teatral jesuítica encontrou no gosto dos índios pela dança e pelo canto um solo fértil e os religiosos passaram a se valer dos hábitos e costumes dos silvícolas - máscaras, arte plumária, instrumentos musicais primitivos - para as suas produções com finalidades catequéticas.


Tematicamente, essas produções mesclavam a realidade local (tanto de índios quanto dos colonos) com narrativas hagiográficas (vidas dos santos). Como toda espécie de dominação cultural prescinde um conhecimento da cultura do dominado, o Padre Anchieta seguiu o preceito da Companhia de Jesus que determinava ao jesuíta o aprendizado da língua onde mantivessem missões. Assim, foi incumbido de organizar uma gramática da língua tupi, o que fez com sucesso.

* Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
*Jerlandio_marmota

"Quando o Artista se entrega, entrega a sua verdade,
o público recebe-a, aceite-a na sua própria verdade.

É aí que se dá a magia dessa partilha: o que se dá com autenticidade,
é recebido, acolhido e imediatamente se torna também genuíno em quem recebeu.

Quando há verdade, as emoções, idéias passam dali para aqui,
e daqui para ali".                                                                           



                                                                            Konstantin Stanislavski

Dia Internacional Contra a Discriminação Racial 21/03/2011

21 de Março - Dia Internacional contra a Discriminação Racial

No dia 21 de março de 1960, na cidade de Joanesburgo, capital da África do Sul, 20 mil negros protestavam contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular.

No bairro de Shaperville, os manifestantes se depararam com tropas do exército. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou sobre a multidão, matando 69 pessoas e ferindo outras 186. Esta ação ficou conhecida como o Massacre de Shaperville. Em memória à tragédia, a ONU – Organização das Nações Unidas – instituiu 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

O Artigo I da Declaração das Nações Unidas sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial diz o seguinte:

"Discriminação Racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência, origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e exercício, em bases de igualdade, aos direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública"

O racismo se apresenta, de forma velada ou não, contra judeus, árabes, mas sobretudo negros. No Brasil, onde os negros representam quase a metade da população, chegando a 80 milhões de pessoas, o racismo ainda é um tema delicado.

Para Paulo Romeu Ramos, do Grupo Afro-Sul, as novas gerações já têm uma visão mais aberta em relação ao tema. “As pessoas mudaram, o que falta mudar são as tradições e as ações governamentais”, afirma Paulo. O Grupo Afro-Sul é uma ONG de Porto Alegre, que promove a cultura negra em todos os seus aspectos.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD – em seu relatório anual, "para conseguir romper o preconceito racial, o movimento negro brasileiro precisa criar alianças e falar para todo o país, inclusive para os brancos. Essa é a única maneira de mudar uma mentalidade forjada durante quase cinco séculos de discriminação”.

Aproveite esta data para refletir: você tem ou já teve atitudes racistas?

20 de março de 2011 dia do Contador de Histórias

Dia do contador de Histórias PDF Imprimir


Na década de 90 na Suécia foi criado
O Dia do Contador de Histórias
Para aguçar as mentes e memórias
De um público em ler interessado

Conta histórias quem não tem dinheiro
Diz um contador de histórias otimista
Que de quebra é um grande radialista
E conta fatos do rádio brasileiro

Em 18 de abrl aqui nasceu
Um contador de histórias contumaz
Monteiro Lobato,que em 4 de julho morreu

Em Cuz Alta, Rio Grande do Sul
Nasceu outro contador de histórias de primeira
Érico Lopes Veríssimo,gigante da Literatura brasileira.


Não podemos esquecer que dia 19/03/11, foi o dia do Carpinteiro

O Carpinteiro:
      Diz-se que há uma grande diferença entre carpinteiro e marceneiro, sendo este último o profissional que trabalha a madeira com mais arte, com cuidados mais refinados, produzindo objetos que exigem maior aformoseamento.
      O carpinteiro é um profissional indispensável na construção civil, sendo ele o responsável pela construção de fôrmas de madeira para enchimento de concreto, ou trabalhos de estrutura de telhados, ou esquadrias de portas e janelas, quando de madeira.
      A palavra carpintaria é originária do latim carpentarius, que seria o construtor de carros, daí significando o trabalho de madeira mais bruto ou mais pesado.
      Já o marceneiro, em geral, não trabalha nas obras de construção civil, cuidando mais dos complementos em móveis, tais como a construção de armários, estantes, mesas, camas etc.
      Segundo o Ministério do Trabalho, o marceneiro entra em contato freqüentemente com produtos tóxicos e ruídos intenso, o que pode ser prejudicial para sua saúde.
      Mas não são somente o ruído e os produtos que podem prejudicar a saúde desse profissional. Como trabalham sob encomenda, muitas vezes a pressão de entregar o produto na data marcada faz com que o carpinteiro trabalhe em situação de estresse.
      Além disso, a alta temperatura a que é submetido durante o processo de modelação da madeira também pode fazer-lhe mal.
      Para se proteger dos riscos a que está exposto, o carpinteiro e o marceneiro deve utilizar equipamento de proteção individual, que em seu caso seriam luvas, tampão de orelhas, e, em alguns casos, óculos para se proteger de luz intensa.
      Na luta para melhorar as condições de vida em seu meio ambiente, o homem adotou diversas espécies de habilitação, valendo-se dos materiais disponíveis e de acordo com as condições de sua região, cada grupo social, formou seu tipo de moradia.
      Sua única função é dar proteção contra o sol, a chuva, o frio, o calor ou o ataque de animais. Os carpinteiros criaram habitações mais ou menos padronizadas.

Olha o início do outono aí gente!!!

Bom dia crianças, queridos internautas! Ontem dia 20 começou o  outono, saiba mais um pouco sobre o outono aqui no Blog.
A coloração amarelada das folhas é uma das características do outono.
O outono é a estação que marca a transição entre o verão e o inverno. Ela se inicia entre 22 e 23 de setembro no hemisfério norte e entre 20 e 21 de março no hemisfério sul. O horário de início da estação é definido pelo instante em que o Sol atinge o Zênite de um ponto situado no Equador, de forma que a área iluminada pelo Sol seja igual nos dois hemisférios.

Por ser uma fase de transição entre o verão e o inverno, o
outono apresenta características de ambas as estações: redução de chuvas, mudanças bruscas no tempo, nevoeiros em algumas regiões, entre outras. No Brasil, os índices pluviométricos durante o Outono variam geralmente entre 150 a 400 mm. Em virtude da entrada de frentes frias, as temperaturas no país são mais amenas nessa estação; as mínimas variam entre 12ºC a 18ºC e as máximas oscilam entre 18ºC e 28ºC.

Entre outras características do outono, podemos citar a diminuição da umidade do ar, além do fato dos dias e das noites terem a mesma duração. No hemisfério norte, uma das características principais da estação é a mudança da coloração das folhagens das árvores, que passam a apresentar tons amarelados e avermelhados. É no outono que ocorrem as grandes colheitas, visto que as frutas já estão bastante maduras e começam a cair no chão. 

Tenham uma ótima semana e espero seus comentários para o enriquecimento deste Blog. 


quarta-feira, 16 de março de 2011

Dicas de CDs

http://www.qdivertido.com.br/dicascds.php

Livros para pais e educadores

Acesse:
http://www.qdivertido.com.br/dicaslivrospais.php

Dicas de livros para qualquer idade

Acesse:
http://www.qdivertido.com.br/dicaslivros.php

Curiosidades muito legais!!!

http://www.qdivertido.com.br/curiosidades.php

Crônicas infantis

Acesse http://www.qdivertido.com.br/cronicas.php

Contos lindos!!!

Acesse:
http://www.qdivertido.com.br/contos.php

Charadas

Acesse:
http://www.qdivertido.com.br/charadas.php

Brincadeiras, ta na hora de brincar!!!

http://www.qdivertido.com.br/vamosbrincar.php

As cantigas de roda

Acesse:
http://www.qdivertido.com.br/cantigas.php

Quer imprimir e colorir?

Acesse:
http://www.qdivertido.com.br/desenhos.php

Quer estudar direitinho? Então siga estas propostas:

http://www.brasilescola.com/dicasdeestudo/

ATENÇÃO!!!


Como melhorar seu rendimento nos estudos.

A Equipe Brasil Escola dá muito valor no conteúdo publicado para que você, estudante, possa ter acesso a um material de qualidade que o ajude nos trabalhos escolares. No entanto, também estamos atentos à forma como vocês estão utilizando nossos artigos e queremos que o rendimento do estudo seja o melhor possível.

Nesta seção, você terá acesso a excelentes dicas de como estudar, como ler bem, como produzir um bom trabalho, como educar a memória e como fazer bons resumos. O mais importante é saber que é preciso estudar todos os dias e que, seguindo este conselho, você perceberá que não precisará sacrificar os fins-de-semana, muito menos os feriados.

Dormir ao menos oito horas todos os dias (ininterruptas, ok? Nada de dormir três horas à tarde, outras duas à noite...) e estabelecer técnicas de concentração para estudar são boas maneiras de se manter atualizado com o conteúdo ministrado pelos professores.

E por fim, manter uma vida saudável é essencial não só para conseguir estudar, mas também para ter uma excelente qualidade de vida. Praticar exercícios, sair com os amigos, viajar nas férias e se afastar de todos os vícios – inclusive o cafezinho – são boas maneiras de manter sua mente disposta para todo o “batidão” que vem aí com o vestibular.

E agora, não deixe de ler todas essas dicas mais aprofundadas nos links abaixo! Bons estudos!

Por Marla Rodrigues
Equipe Brasil Escola

Curiosidades:

http://www.brasilescola.com/curiosidades/

Acordo ortográfico:

http://www.brasilescola.com/acordo-ortografico/

O Site da Rúbia Mesquita

http://www.rubia.com.br/2010/

Quer achar uma mensagem legal?

http://www.mensagensangels.com.br/

Vídeos?

http://www.youtube.com/

Você quer música infantil?

Acesse:
http://letras.terra.com.br/temas-infantis/

Baixar programas:

http://www.baixaki.com.br/

terça-feira, 15 de março de 2011

Agora chegou a hora de fazer arte...

CRIATIVIDADE COM TECIDOS

Você já imaginou o que se pode fazer com um simples tecido?
Para mim, um tecido serve para fazer roupas, bolsas,acessórios de cabelo, sombrinhas de praia, sofás, mochilas...e outras coisas mais.
No entanto, a criatividade da publicitária finlandesa Adele Enersen foi muito além disso! Ela juntou alguns tecidos e fez uma produção caseira sobre os possíveis sonhos de sua filha Mila.
E o resultado...olha que coisinha mais linda que ficou:


MILA SURFANDO!
MILA PESCANDO
MILA PRA SECAR
MILA NO CAMPO COM SUA OVELHA
MILA EM SEU REINADO
MILA EM SEU CASULO COM LIVROS
MILA ANDANDO EM SEU LEOPARDO
MILA DANÇANDO NA CHUVA
MILA CABELEREIRA
MILA ANDANDO NO SEU ELEFANTE
MILA A SEREIA
MILA A CHAPEUZINHO E O LOBO MAU
MILA CAVALGANDO...

Bem...agora é a sua vez de usar a criatividade e fazer algo bem legal com os tecidos ai na sua casa. O que você consegue montar?
Tire uma foto e depois me mostre,tá?

Olha que interessante!!!

DOBRADURAS DE PAPEL


Recorte, dobre,desdobre, picote...um papel na mão e pronto! Quanta coisa ele pode se transformar. Logo, logo vira uma flor, uma borboleta e o que mais desejar...
Não é preciso muito: papel, tesoura e imaginação! E quando você menos espera, tudo pode acontecer...
Eu sempre digo que a criatividade é infinita, mas precisa diariamente ser treinada! Mãos a obra e dobre, recorte, brinque...use sua imaginação!











“Dobra, dobra, dobra, dobradura,
vai formando uma figura
de uma folha de papel.

Faz aviãozinho, faz barquinho,
Marcha, marcha soldadinho,
ou vai preso pro quartel.

Faz estrela guia, cata-vento,
Uma pipa em movimento.
Ou, quem sabe? Uma flor.

Ou, ainda, com muito cuidado
Faz casinha, faz telhado,
Pra morar com seu amor”.
Hardy Guedes

Hoje é o dia da Escola

A escola, depois da família, é o primeiro grupo social a que pertencemos. E grupos sociais são importantes para que aprendamos a interagir com pessoas, a conhecer novos comportamentos e a respeitar uns aos outros. Além do mais, a escola é fonte de conhecimento e educação, tanto formal quanto informal, é um espaço onde o aluno é o protagonista e aprende a desenvolver suas atividades, além de ser um laboratório de inclusão social, promovendo no jovem o sentido de importância da comunidade.
Durante todo o nosso crescimento, precisamos de um referencial e essa é uma das principais funções da escola. Cada fase do aluno, novas necessidades e capacidades devem ser exploradas e para isso, a escola deve dispor de uma gama de profissionais como orientadores educacionais, professores e psicólogos.
Infelizmente, a educação no Brasil ainda não está satisfatória, apesar de índices cada vez mais positivos. Há um aumento da taxa de alfabetização, aumento do número de alunos que completam o nível superior, novas escolas de ensino fundamental foram construídas e há uma queda no índice de evasão escolar.
Autor: Juscelino Tanaka

Esta semana será em homenagem a todas as mulheres

Ao pedido da aluna Bárbara da Sala da Professora Soninha, um vídeo sobre o que é ser mulher...