quarta-feira, 22 de junho de 2011

Reconto do livro Alice no País da Mentira

Eu queria que vocês conhecessem a Alice.
A Alice é assim nos melhores dias.
A Alice com a corda toda, perguntadeira, cheia de idéia, sempre disposta a inventar alguma nova mentira de ser feliz. Não a Alice deste dia, assim tão triste e tão infeliz. Porque ela foi caluniada.

      Não foi na escola, foi no incrível  quintal, onde ela mais gostava Alice no País da Mentirade estar, de inventar, de dividir alegria com o Lucas, seu melhor amigo, que morava bem ao lado da casa da vovó. Basta você ficar sabendo que o Lucas acusou Alice de ter feito uma coisa bem feia.

Bom esganar de verdade acho que ela não esganaria, pois tinha aprendido que esganar significa apertar o pescoço, até o dono  do pescoço perder a respiração.
Do outro lado, dava para ver o sótão da vovó. Ela viu um quadradinho pendurado, onde estava escrito:
_Não deveria ser ao contrário? Estranhou a menina, mas logo esqueceu-se daquilo e tocou o fecho do baú.
_Ah, se eu pegasse a mentira do Lucas.
Alice estendeu o braço, enfiou a cabeça e logo viu-se do outro lado do espelho.
_Ah, que maravilha, quanta coisa tem aqui!
Alguma inglesa que tinha se mudado para o Brasil há muito tempo.
Como alguém pode viver no antigamente e no hoje em dia ao mesmo tempo? Bom, acho que é só querer, não é?
Continuar remexendo no baú e achou um frasco escrito “beba-me”. E o segredo estava escrito “Coma-me”. E o terceiro “Pimenta da cozinha da Duquesa.”
_Quem será esta Duquesa? Cismou a menina.
E quando pimenta em pó. E a nuvenzinha flutuou até o nariz da Alice! E quando pimenta em pó entra por algum nariz adentro, o que acontece é um...
_...AAA...
_...um grande...
_...AAA...
_...Maior ainda...
_...AAAtchim!!!
Alice deu um pulo para trás.
_Prazer, sábio Didi.
_E por que o senhor fica segurando esta lanterna?
_Estamos procurando um homem honesto que só fale a verdade.
_Este é o país da verdade?
O barulho era demais e Alice teve de gritar no ouvido do velho:
_Sabia Didi, quem é essa? O que está acontecendo?
_É a bruxa da dúvida! Ela vive tentando abalar a nossa certeza. E a certeza é nossa própria vida!
Alice batia palmas.
_Essa batalha foi demais! Por sorte, vocês tinham muitas Axiomas no arsenal.
_Nada disso menina. Informou o sábio.
_Os Axiomas são muito poucos.
Na cozinha da Duquesa.
Fugindo o  mais rápido que conseguir correr.
_Agora está tudo certo Lucas?
_É claro que está Alice!
_Acho que é porque eu queria bastante que você me perdoasse...
_Eu fico com a verdade.
_Não, quem fica sou eu.
_Então vamos tirar no ímpar – sugeriu ela, lembrando do gordão do País da verdade.
_Ímpar!
_Par!
_Par!
_Par!
_Nós dois ganhamos.
Bom agora eu já vou indo. Adeus ou...até em breve! A gente se encontra em algum outro livro por aí.

Fim


Resumo do livro: Alice no país da mentira
Autor: Pedro Bandeira
Coleção: Vaga-lume Junior
Editora: Ática
Isadora – Aluna da professora Vanessa do 4º ano, turno manhã. E. M. Amâncio Bernardes.


6 comentários:

  1. Muito bom ... ... ...
    Parabéns...
    Pelo seu trabalho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço e espero poder continuar levando a leitura com bom gosto a todos os lugares.

      Excluir
  2. voce errou essa palavra
    mentira e maneira
    mais eu adoreu
    parabens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade este livro é mesmo Alice no país da Mentira, é uma adaptação da história Alice no país das maravilhas.

      Excluir
  3. me ajuduou mto obrigada e parabens pelo texto *_

    ResponderExcluir