terça-feira, 19 de abril de 2011

A garotinha e seus chinelos mágicos.

UM DIA UMA GAROTINHA
 COMPROU NUMA LIQUIDAÇÃO
 UM CHINELO COR DE ROSA
 COM LAÇAROTES DE CORDÃO.

 ELA NEM IMAGINAVA
 O QUE IRIA ACONTECER,
 AQUELES CHINELOS NOVOS, IRIAM DAR O QUE FAZER!

CHEGOU EM CASA TÃO FELIZ E OS PÔS PERTO DA CAMA,TIROU A ROUPA QUE USAVA E COLOCOU UM PIJAMA.

PORÉM AQUELES CHINELOS TINHAM SIDO ENFEITIÇADOS,
AO VER ALGUÉM DE PIJAMA EM SEUS PÉS ELES ENTRAVAM.


  E DEPOIS O QUE FAZIAM?
 VOCÊ É CAPAZ DE IMAGINAR?
 OS CHINELOS TINHAM PODER DE FAZER QUALQUER UM VOAR.

A JANELA ESTAVA ABERTA E OS CHINELOS COM BRAVURA,
LEVARAM LOGO A MENINA AO ENCONTRO DA AVENTURA!
SERÁ QUE ESTOU SONHANDO? PENSOU ENTÃO ASSUSTADA!
QUASE CAIU DESMAIADA.

OS CHINELOS VOADORES
TAMBÉM CONSEGUIAM FALAR,
MAS, ISSO SÓ ACONTECIA,
QUANDO ESTIVESSEM NO AR.

--OUÇA, DISSERAM À MENINA:
NÃO QUEREMOS TE MACHUCAR,MAS SIM,MOSTRAR
QUE  NO MUNDO,TEM COISAS PARA CONSERTAR.
LEVARAM-NA A UMA CASA ONDE TRISTE LAVADEIRA
TRABALHAVA ATÉ BEM TARDE
PARA GANHAR SEU DINHEIRO.

VIÚVA E COM CINCO FILHOS,
QUASE NADA PARA COMER,SAPATOS?
QUEM DERA COMPRAR!
MAS...CADÊ REAL PRA PAGAR?


FOI ENTÃO QUE A LEVARAM
CONHECER UM SAPATEIRO
QUE TAMBÉM SOFRIA MUITO
PARA GANHAR SEU DINHEIRO.

TANTOS SAPATOS QUE TINHA
PARA FAZER OU CONSERTAR,
NUNCA LHE SOBRAVA TEMPO,
PARA SUAS ROUPAS LAVAR.

POR ISSO VIVIA TÃO SUJO!
AS ROUPAS,TODAS MANCHADAS
MAS...COM ELE TAMBÉM COITADO,
QUASE NINGUÉM SE IMPORTAVA.
E O VERDUREIRO,COITADO!
QUE TRISTE SORTE A SUA
TÃO VELHO ERA SEU CARRINHO,
QUEBRAVA SEMPRE NA RUA.
QUE TRISTEZA VER SUAS FRUTAS
CAINDO E SE PONDO A ROLAR!
POIS ALÉM DO REBULIÇO,
TINHA UM GRANDE PREJUÍZO.


--QUE PODERIA EU FAZER?
DISSE A MENINA A CHORAR:
NÃO SOU A DONA DO MUNDO
COMO É QUE EU POSSO AJUDAR?

--NO MOMENTO,QUASE NADA
LHE DISSERAM OS CHINELOS
--MAS NEM TUDO QUE SE PREGA
È TAREFA PRA MARTELOS.
ENSINE SEMPRE O QUE É BOM FAÇA OUTROS COMPREENDER,
QUE TODOS NÓS SOMOS IRMÃOS
E PODEREMOS BEM VIVER.

SE OS HOMENS JUNTAREM SUAS FORÇAS,
VENCEDORES SEMPRE SERÃO
E A VIDA MAIS FÁCIL E BONITA SE VIVERMOS EM UNIÃO.






Nenhum comentário:

Postar um comentário