segunda-feira, 11 de abril de 2011

O segredo do Farol

Tio Damião é faroleiro numa ilha. À noite, ele acende o farol para os navios não se chocarem com os recifes do mar.
Cícero e Dedé foram visitar Tio Damião e viram que ele estava apavorado.

- Coisas estranhas estão acontecendo. Todas as noites, um vulto gigante assusta a mim e o meu cachorro Sagu - disse Tio Damião.



Cícero e Dedé adoram aventuras. À noite subiram as escadas do farol, acompanhados  de Sagu,e foram investigar o mistério.
Lá em cima não viram nada. Resolveram dormir ali para ver o que aconteceria.


Já era bem tarde quando acordaram com um barulho estranho numa das janelas do farol. Logo depois houve silêncio.

Os meninos criaram coragem e foram ver o que era.
- Oh! Então é isso que apavora o Tio Damião?! - exclamaram.
Era um pequeno pelicano que, depois das pescarias noturnas, vinha secar-se à luz do farol.
Sua sombra se projetava, aumentada sobre uma pedra em frente e dava a impressão de ser um monstro.
Tio Damião riu muito quando as crianças lhe contaram a descoberta.
- Vejam só! Eu, um velho lobo-do-mar, com medo de um pelicano!
Agora Tio Damião tem outro amigo na ilha. Só que de vez em quando precisa tirar o dorminhoco da frente da luz do farol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário