sábado, 12 de março de 2011

Historinha para você

 ELF
 
                Marlene B. Cerviglieri
    
 

Esta estória começa no alto de uma árvore...
 
Lá em cima morava o Elf, o mais brincalhão do quintal todo.
Ah! Vocês não sabem quem é o Elf?
Pois bem, é uma pessoa bem pequenina que cuida desta arvore.
É amigo de todos os bichinhos, pássaros e de vocês também.
  
Um dia um menino resolveu se esconder e correu para o quintal.
Subiu, subiu na arvore e lá ficou sentado num galho bem forte.
Começou então a chorar baixinho, triste que estava naquele dia.
 
O Elf que havia acordado há pouco ouviu, e ficou quietinho bem perto do menino.
- Eu não queria ir para a escola - dizia o menino.
- Quero ficar em casa e não sair mais.
Tenho muito medo.
 
Aí então, o Elf foi se chegando mais e mais, tomou coragem, porque não queria assustar o  menino e perguntou:
- Que medo é esse?
- De chuva, do trovão, de tudo.Ora quem me pergunta?
O Elf que era bem pequenino saltou e veio ficar no joelho dele.
- Sou eu que pergunto.
- De onde você vem? Disse o menino espantado, quase amedrontado.
  
- Daqui mesmo, esta é minha casa. - respondeu Elf.
Esfregando os olhos o menino não queria acreditar.
- Quer dizer que estou dentro de tua casa?
- É isso mesmo - disse o Elf - e não pediu licença para entrar.
 
- Desculpe, desculpe eu não sabia que arvores são casas e que tem alguém morando!
- Pensei que só pássaros podiam morar aqui.
- Também moram e fazem até seus ninhos, sempre com minha permissão - respondeu Elf.
- Veja o ninho de um casal de pássaros aqui embaixo.
- Chii...é mesmo, que bonitinho!
 
- Mas se chover como fica?
- Você quer dizer se nós temos medo?
- É, eu tenho medo da chuva, dos trovões e minha casa não é aberta como a sua.Como você faz?
O Elf descruzou as perninhas e disse:
- Menino, o medo mora dentro de você, porque você deixa-o entrar.
 
- Como? O medo é gente? Perguntou o menino.
- Mais ou menos, ele é uma coisinha muito pequena, mas que pode ficar grande que atrapalha o coração.
- Como assim? Disse surpreso o menino.
- Diga-me, quando você esta com ele o seu coração fica tão apertado que bate sem parar, pedindo espaço.
 
- Mas como vou dar mais espaço dentro de mim para meu coração?
- É simples.
- Então me ensine, por favor.
- Use seus olhos.
- É, os olhos.
- Quando o medo começar a querer bater em sua porta, não deixe entrar.
- O que eu faço? perguntou o menino.
- Aí é que entram seus olhos.
Abra-os.Veja, olhe bem.
Você vai ver que não há motivo para deixá-lo entrar de vez.
Quando seus olhos virem, peça ajuda aos seus ouvidos também.
Os dois juntos serão seu guia e não deixarão você se atrapalhar com o medo.
 
- Será fácil assim? Perguntou o menino.
-Tenho certeza que você vai aprender logo, logo.
É só praticar.
 
- Desce daí menino, anda logo! dizia  alguém lá embaixo.
Vou soltar os cachorros, você vai ver.
- Cachorros, onde? Não os vejo.
  Cachorros onde? Não os ouço.
Estão querendo que o medo entre.
Não deixarei não.
 
E escorregando arvore abaixo, o menino ainda ouvia as risadinhas do Elf  lá em cima,
E seu coração não pediu mais espaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário